Área do cabeçalho
Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: PortuguêsEnglish

Universidade Federal do Ceará
Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais

Área do conteúdo

Biogeodinâmica de Metais Pesados em Ambientes Costeiros Tropicais

Disciplina: Biogeodinâmica de Metais Pesados em Ambientes Costeiros Tropicais

Title (English): Biogeodynamics of Heavy Metals in Tropical Coastal Environments

Professor(a): 

Ementa:

O curso visa transmitir uma noção avançada do estado atual dos conhecimentos sobre os processos controladores da dinâmica de contaminantes antropogêncios em ecossistemas costeiros, com ênfase em ecossistemas tropicais e metais pesados. O curso teórico é baseado em estudos recentes, desenvolvidos sob condições tropicais, comparando-se com o conhecimento já sedimentado, oriundo de estudos sob clima temperado. O curso discutirá os seguintes aspectos: História da contaminação; Definição e caracterização de contaminantes ambientais, incluindo noção de “background” e suas variações naturais; Distribuição de poluentes em meios naturais, caracterização e quantificação de emissões e fontes antropogências; Transporte fluvial de metais pesados no gradiente continente mar; Ciclagem de contaminantes em ecossistemas naturais; Biogeoquímica de contaminantes no ciclo hidrológico de superfície, em ambientes estuarinos, com ênfase em águas costeiras tropicais; Distribuição e dinâmica de metais pesados na biota; Noções de monitoramento ambiental e ecotoxicologia.

Bibliografia:

SIAL, A.N. ; CHEN, JIUBIN ; Lacerda, L.D. ; FREI, R. ; TEWARI, V.C. ; PANDIT, M.K. ; GAUCHER, C. ; FERREIRA, V.P. ; CIRILLI, S. ; PERALTA, S. ; KORTE, C. ; BARBOSA, J.A. ; PEREIRA, N.S. 2017. Reply to comments by Sanjay K. Mukhopadhyay, Sucharita Pal, J. P. Shrivastava on the paper by Sial et al. (2016) Mercury enrichments and Hg isotopes in Cretaceous-Paleogene boundary successions: Links to volcanism and palaeoenvironmental impacts. Cretaceous Research 66, 60-81. CRETACEOUS RESEARCH, v. 76, p. 84-88. TEIXEIRA, DANIEL C. ; Lacerda, Luiz D. ; SILVA-FILHO, EMMANOEL V. 2017 . Mercury sequestration by rainforests: The influence of microclimate and different successional stages. Chemosphere (Oxford), v. 168, p. 1186-1193. ACOT, P. 1990. História da ecologia. Rio de Janeiro, Editora Campus. ADRIANO, D.C. 1986. Trace metals in the terrestrial environment. Springer-Verlag.. Alexander, M. 1994. Biodegradation and bioremediation. Academic Press. San Diego. BASHKIN, V. 2002. Modern biogeochemistry. Kluwer Academic Publishers. Dordrecht, Holanda. BEGON, M.; HARPER, J.L. & TOWNSEND, C.R. 1996. Ecology: individuals, populations and communities. 3rd ed. Oxford, Blackwell Science. DEGENS, E.T. 1989. Perspectives on biogeochemistry. Springer-Verlag. Berlin. FAURE, G. 1998. Principles and applications of geochemistry. Printice Hall. New Jersey. KATABIA-PENDIAS, A. 2000. Trace elements in soils and plants. CRC Press. New York. KIMBLE, J.M.; LAL, R, & FOLLET, R.F. 2002. Agricultural practices and policies for carbon secuestration in soil. Lewis Publishers. New York . KATABIA-PENDIAS, A. 2000. Trace metals in soil. Bioavailability, flux and transfer. Lewis Publishers. New York. KREBS, C.J. 2001 Ecology. 5th ed. San Francisco, Benjamin Cummings. ODUM, E. 1988 Ecologia. 2a ed. Rio de Janeiro, Editora Guanabara. ODUM, E. 1997 Fundamentos de Ecologia. 5a ed. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian. SILVA, L.F. 1996 Solos tropicais: aspectos pedológicos, ecológicos e de manejo. São Paulo, Terra Brasilis Editora.

Acessar Ir para o topo